Seguidores

Caderno de anotações críticas

A atividade informativa é um garimpo de pensamentos, segundo qual nutrimos nossas opiniões ante o processo de construção humanística de nossas personalidades.

sábado, 23 de abril de 2011

Violência: um retrato escuso


Dentre os problemas sociais da atualidade nos países do mundo, eis que a violência possua extrema importância, e o combate pela sua diminuição deve ser palavra de ordem. A civilidade de um povo deve ser preocupação de governantes e de instituições que defendam direitos humanos ao redor do globo.
As pessoas, ora vítimas de graves crimes, como direito essencial, devem clamar harmonia e paz social. E quando a violência inicia seu estorpor ocasionam reflexos de perversão e desumanidade, seja qual for a sua gravidade.
O mundo urbano despende maior violência que a vida no campo; as cidades refletidas pelo choque cultural de povos e costumes ainda empenha maiores programas que amenizem os efeitos da violência, particularmente nas grandes metrópoles.
Difundir a cultura da paz é o primeiro passo para a fraternidade; ao que reza igrejas ao redor do mundo, ainda assim, o número de pessoas vítimas de violência próximo aos centros religiosos é grande. O papel da religião sozinho não consegue atenuar o necessário para uma cultura de paz mais efetiva.
Dentre pois, as causas da violência entre os povos, a discrepância econômica, ainda é fato preponderante, mas não é o ínico dos fatores; existe violência entre populações cultas, no meio de pessoas de potencial aquisitivo elevado, e também resvala a violência nos bairros quais o acesso a direitos essenciais é mais respeitado.
Porém, entretanto, os centros urbanos, segundo quais os direitos essenciais são pouco auferidos, o indice de violência é ainda maior. Populações com niveis de qualidade de vida baixo são vítimas em potencial dos atos de violência; e isto se dá nos bairros periféricos, tendo tais, a característica da fauta de efetivação de serviços públicos, e dificil acessoa a garantias essenciais a certos bens primários.
Sendo assim, a violência antes mesmo de ser ato criminoso é fato sociológico; seus reflexos contribuem para caracterização de uma exclusão civil e econômica, que os casos de polícia são o unico momento que suas realidades são trazidas a luz, qual sejam, um martírio consequente e de responsabilidade institucional de um país.
Antes mesmo, a trajetória dos planos de igualdade e justiça devem ser matéria bruta de reformas e ideais de uma nação; povos inteiros, empresas e organizações sociais, instituições públicas e educacionais e governantes, necessitam trabalhar conjuntamente com afim de tornar a cultura da paz uma proposta realizável; e sendo pois todo o preceito de harmonia e justiça um plano social, a violência enfim tornar-se-a algo diminuto.

7 comentários:

SEISITO disse...

Es muy terrible lo que aquí expones, pero no me cabe duda que es muy verdadero.
Ese nivel de violencia entre gente ademas de baja calidad de vida, uf Dos apiádate de esas personas.
Saludos desde CHile

Simone Oliveira disse...

A violência é uma reacção a algo que não funciona bem. É uma reacção bruta e com uma grande carga de revolta. A violência cresce cada vez mais, e talvez a solução esteja em melhorar a forma de vida, e a forma de pensar de quem é violento. Afinal todos os nossos actos, tem um motivo.

Escreve muito bem:)

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
Um grande abraço!

Renato Douglas!

Poesias-Franciéle R.Machado disse...

Vim conhecer teu blog, e achei nele conteúdos interessantes e que nos fazem pensar muito.

-A violência é uma coisa tão comum, e nem importa a classe social da pessoa.Ela existe nas periferias como também com pessoas ricas...Infelizmente a violência só tem se espalhado e ficando vasta sendo um fato lamentável que requer boas ideias para ir se solucionando, para que hajam melhoras e não só pioras como tem havido.
Pode ser sonhar exagerado, mas quem dera se a violência desaparecesse de vez e simplesmente só tivéssemos a paz!

Bom Sábado! =D
Abraços!

Sandra Botelho disse...

A crueldade do ser humano é lamentavel, deploravel...
Pior é quando a justiça desvenda os olhos destapa os ouvidos e deixa de ser imparcial...beijos achocolatados

Natural.Origin disse...

Violência: um retrato escuso...
:)

Ale. disse...

Parabéns pelo blog!
Estou seguindo, atento.
Abraços,
Ale.

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Quem sou eu

Minha foto
Navego à espreita do espaço urbano com pedaços de gravetos, os quais para não ser cinza, necessitam de esperança feito meu amanhã. Percorro a corrida pela sobrevivência, maquinada pela iniciativa da fé que ultrapassa os limites geográficos com sua cabeleira de contas e cálculos sem fim. Neste cortejo me proponho a mudar dia após dia, feito rocha desgrenhada nas saraivas do tempo.

Total de visualizações de página