Seguidores

Caderno de anotações críticas

A atividade informativa é um garimpo de pensamentos, segundo qual nutrimos nossas opiniões ante o processo de construção humanística de nossas personalidades.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Clever trick: Algemas de Sangue.

Clever trick: Algemas de Sangue.

(Fonte: cristina.ferrari.zip.net)


As crianças gritam: não um brado rebombando inexperiência somente, mas o eco de um sonho; as crianças choram: não a lágrima do acaso, mas o despertar de um amanhã; as crianças vagam: não na transição de um espaço a outro de seus desenvolvimentos, mas a um lugar comum. Rios levam-nas montanha abaixo, carregam o ensejo de suas faltas de controle, para entregar no cubatão de suas realidades um pouco mais de esperança.

8 comentários:

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
Um grande abraço!

Renato Douglas!

Lou James disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lou James disse...

Salve!
Agradeço-lhe por estar seguindo A HORA DA METAMORFOSE.
Tmb estarei acompanhando seus posts.
Abrçs.

Emilio J. Pazos Brenlla disse...

Son galego, de Galicia, España, non falo bem portugués máis penso que nos podemos entender máis ou menos en galego. Eu tamén fico neste blog.

Jake disse...

Poetry?

Pilar Alberdi disse...

Muy interesante tu blog con temas que nos importan, que hacen al presente y al futuro.
Saludos desde España.

Luciane Morais disse...

Muito bom!

As crianças choram, oh! céus! Que dor elas carregam! Que as estrelas do tiram delas todas as lágrimas, e ponham um sorriso em seus rostos...

Abraços,
Lu
OLHAR ACREANO

Natural.Origin disse...

As crianças...
Tocante...
:)

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Quem sou eu

Minha foto
Navego à espreita do espaço urbano com pedaços de gravetos, os quais para não ser cinza, necessitam de esperança feito meu amanhã. Percorro a corrida pela sobrevivência, maquinada pela iniciativa da fé que ultrapassa os limites geográficos com sua cabeleira de contas e cálculos sem fim. Neste cortejo me proponho a mudar dia após dia, feito rocha desgrenhada nas saraivas do tempo.

Total de visualizações de página